HADASSAH - הדסה אסתר

Capítulo 1

ESTER

  • 1

    Ora, veio a ocorrer nos dias de Achashverosh (este é Achashverosh que reinou desde a Índia até a Etiópia, sobre cento e vinte e sete províncias).

  • 2

    Naqueles dias, quando o Melech Achashverosh se assentou no Kes de seu malchut, que se encontrava no palácio de Shushan;

  • 3

    No terceiro ano do seu reino, ele deu um banquete a todos os seus príncipes e seus avadim, e aos poderes da Pérsia e da Média, os nobres e príncipes das províncias, estavam diante dele.

  • 4

    Ele mostrou as riquezas do seu formoso malchut e a honra da sua excelente suntuosidade por muitos dias, cento e oitenta dias;

  • 5

    E quando aqueles dias acabaram, o melech realizou um banquete a todos os povos que se encontravam presentes no palácio de Shushan, para ambos, grandes e pequenos, por sete dias, no pátio do gan do palácio do melech;

  • 6

    Onde havia cortinas brancas, verdes e azuis, atadas com cordões de linho fino em púrpura, ligados por argolas de prata a pilares de mármore, os tálamos eram de ouro e prata, sobre um pavimento vermelho, azul, branco e preto, em mármore;

  • 7

    E eles serviam bebidas em vasos de ouro – os vasos sendo diversificados uns dos outros – e havendo vinho real em abundância, de acordo com a generosidade do melech.

  • 8

    E o ato de beber era de acordo com a lei, ninguém era compelido, pois assim o melech tinha designado a todos os oficiais da sua bayit, que eles deviam servir de acordo com o prazer de cada homem.

  • 9

    Também Vashti, a malka realizou um banquete para as mulheres na bayit real que pertencia ao Melech Achashverosh.

  • 10

    Ao sétimo dia, quando o lev do melech estava farto de vinho, ele ordenou a Mehuman, Bizta, Harvona, Bigta, Avagta, Zetar e Carcas, os sete oficiais que serviam no presença de Achashverosh, o melech;

  • 11

    Que trouxessem a Vashti, a malka perante o melech com a sua keter real, para mostrar ao povo e aos príncipes a formosura dela, pois ela era formosa ao olhar-lhe o semblante;

  • 12

    Mas a Malka Vashti recusou vir por ordem do melech que foi entregue por seus oficiais, então o melech ficou muito indignado, e sua ira se inflamou dentro dele;

  • 13

    Então o melech relatou aos sábios que conheciam os tempos – porque assim era o costume do melech, ele discutiu assuntos na presença dos que compreendiam a lei e o mishpat.

  • 14

    E os mais próximos a ele eram Carshena, Shetar, Admata, Tarshish, Meres, Marsena, e Memucan, os sete príncipes da Pérsia e da Média, que viam a face do melech, e que se assentavam nos primeiros lugares e nas posições mais elevadas no malchut.

  • 15

    O que nós faremos à Malka Vashti de acordo com a lei, porque ela não executou a ordem do Melech Achashverosh por seus oficiais?

  • 16

    E Memucan respondeu diante do melech e dos príncipes, Vashti a malka procedeu com erro não somente para como o melech, mas também para com todos os príncipes, e todos os povos que se acham em todas as províncias do Melech Achashverosh;

  • 17

    Porquanto esta rebelião da malka será conhecida a todas as mulheres, de forma que elas desprezarão aos seus maridos, quando for anunciado que o Melech Achashverosh ordenou a Vashti, a malka, para ser levada perante ele, mas ela não veio;

  • 18

    Igualmente as damas da Pérsia e da Média dirão a todos os príncipes do melech, que elas ouviram acerca dos feitos da malka. Então se levantará muita repulsa e ira.

  • 19

    Se agrada ao melech, seja emitida uma ordem real de sua parte, e escreva-se entre as leis dos Persas e dos Medos, e não se altere que Vashti não chegue mais perante o Melech Achashverosh, e que o melech dê a posição real dela a outra que seja melhor do que ela.

  • 20

    E quando o decreto do melech se concluir e ele o publicar ao longo de todo o seu império – pois vasto é – todas as esposas darão a seus maridos honra, as de grande e de pequena condição.

  • 21

    E a orientação agradou ao melech e aos príncipes, e o melech fez de acordo com as palavras de Memucan;

  • 22

    Pois ele enviou cartas à todas as províncias do melech, para cada província de acordo com a escritura do decreto, e para cada povo segundo a sua língua, que cada homem devia manter a regra em sua própria bayit, e que fosse publicado de acordo com a língua de cada povo.

Ketivay HaKadosh

TANAKH
BRIT CHADASHAH